Educação

Depois de informar que os espelhos das redações do Exame Nacional do Ensino Médio 2013 (Enem) seriam divulgados esta semana, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) diz que não há um prazo para que isso aconteça. continue lendo


Promotoria da Defesa do Patrimônio Público instaurou inquérito civil público para investigar denúncias realizadas ao órgão contra professores da UEPG

O Ministério Público de Ponta Grossa, através da Promotoria de Defesa do Patrimônio Público, instaurou um Inquérito civil público para investigar os professores da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). O objetivo do órgão é realizar um raio X do quadro de docentes da instituição com informações que vão desde o regime de trabalho até a cidade em que eles residem. Para isso, o órgão oficiou a reitoria e as 69 coordenadorias de curso da UEPG um documento exigindo as seguintes informações: o local da residência de cada um dos professores; o controle da carga horária de cada um deles, especialmente os que estão contratados em regime de TIDE; como funciona o controle de faltas; e, ainda, se o controle de presença é realizado de maneira manual ou digital.

continue lendo


Livro ajuda refletir sobre a sociedade local e os caminhos futuros que ela pode tomar – ou não – nas próximas décadas

“Colonização Agrária no Norte do Paraná” é o título do livro que será lançado na próxima segunda-feira (31), às 19 horas, no auditório do Prédio da Administração (Centro Politécnico da UFPR). O autor da obra – Gerd Kohlhepp – também proferirá, antes do lançamento, palestra sobre o “Desenvolvimento Regional e Mudanças da Estrutura Agrária no Norte do Paraná até os anos de 1970″.  continue lendo


O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, em primeiro turno, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 290/13, da deputada Margarida Salomão (PT-MG), que muda vários dispositivos constitucionais para melhorar a articulação entre o Estado e as instituições de pesquisa públicas e privadas com o objetivo de estimular o desenvolvimento científico, tecnológico e a inovação. A matéria, aprovada com 399 votos a 1, precisa passar por um segundo turno de votação antes de ser analisada pelo Senado. continue lendo


Estudantes que protestavam contra a prisão de um aluno da geografia preso com maconha no campus da UFSC, em Florianópolis, entraram em confronto com PM. Eles ameaçavam invadir a reitoria. Uma viatura da Polícia Federal onde o estudante ficou detido foi tombada por integrantes da comunidade acadêmica. Assista o vídeo. continue lendo


A Associação dos Professores da Universidade Federal do Paraná (APUFPR-SSind) realiza amanhã uma Assembleia Geral Extraordinária, às 16h30, no Auditório de Administração do Centro Politécnico. continue lendo


Redução de jornada entra na pauta e cenários devem ser apresentados até 8 de abril com a presença do prefeito Gustavo Fruet

Correntes que libertam. Após cinco dias intensos de greve com direito a acorrentamento e greve de fome, os educadores municipais de Curitiba encerraram a greve. A decisão foi tomada em assembleia realizada em frente da Prefeitura no sábado à tarde. Com a decisão, volta ao normal o funcionamento dos Centros Municipais Infantis de Curitiba. O retorno só foi possível depois que o prefeito Gustavo Fruet determinou a realização de uma força tarefa e apresentação de cenários possíveis sobre a jornada e demais pontos de valorização da educação infantil. continue lendo


O Prefeito Gustavo Fruet acaba de receber em seu gabinete as seis educadoras que estavam acorrentadas e em greve de fome desde ontem à noite, em frente à prefeitura. Elas reivindicam a isonomia com o magistério na jornada de trabalho e salarial. continue lendo


Desde a noite de ontem seis educadoras da rede municipal de ensino estão acorrentadas em frente a Prefeitura de Curitiba. Segundo o Sindicato da categoria, “a opção do prefeito Gustavo Fruet em negociar com as educadoras teve consequências graves. O governo municipal chamou uma mesa de negociação às 15 horas com o prefeito. No entanto, ele não apareceu. Em virtude disso, seis educadoras decidiram iniciar greve de fome se acorrentarem em frente ao prédio da Prefeitura a partir das 21h30 de 21 de março de 2014″. continue lendo

No quarto dia de greve dos educadores de Curitiba, 10 unidades dos Centros Municipais de Ensino Infantil (CMEIs) estão fechadas. Cerca de 17 mil alunos ficaram sem aulas nesta sexta-feira apesar de uma decisão da justiça determinar multa de R$ 80 mil por dia que os trabalhadores ficarem parados. De acordo com o sindicato, a metade dos servidores aderiu à greve. Uma assembleia deve ser feita ainda hoje para definir se a paralisação continua.