Acusada de ser mentora do assassinato de Louise vai a júri

6 de agosto de 2013

louise

A acusada de ser a mentora do assassinato da estudante Louise Maeda, Márcia Nascimento, vai a júri popular nesta terça-feira em Curitiba. O caso aconteceu em 2011 quando a vitima descobriu um esquema de desvio de dinheiro na loja em que trabalhava no Shopping Mueller, no Centro Cívico da capital. Pelo menos 14 pessoas devem ser ouvidas.

A estudante foi atraída por duas colegas de trabalho para pegar carona. Com a ajuda do namorado de uma delas, Louise foi morta com um tiro na cabeça em uma ponte sobre o
Rio Iguaçu, no bairro Campo do Santana, em Curitiba. O corpo da jovem só foi encontrado 17 dias depois do crime.

O namorado de uma das funcionárias que ajudou a cometer o crime deve ser julgado ainda este ano. Já a outra funcionária que ajudou na emboscada ainda não teve a data do julgamento definida.